Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Candidata de Imperatriz vence o Miss Maranhão Gay

18 de setembro de 2017 : 15:08

A candidata da cidade de Imperatriz, a estudante de Pedagogia, Nikki Wiat, de 22 anos, foi a grande vencedora do Concurso Miss Maranhão Gay 2017, evento realizado na noite de sábado (16), na Panette Buffet – Calhau, com produção do Instituto Lógica e apoio do vereador Astro de Ogum, que presidiu o corpo de jurados, e exclamou ao chegar: “Viva a liberdade!”, sendo bastante aplaudido pelos convidados.

O top das três vitoriosas teve sequência com a escolha da segunda colocada, que ficou com a representante do município de Santa Helena, Kiara Kessal, 22 anos, que alcançou o título de Miss Gay São Luís. A terceira posição ficou com a candidata de Codó, Yara Riquelli, 19 anos, conquistando o título de Miss Simpatia.

Com apresentação do carnavalesco e comentarista da TV Globo, Milton Cunha, na exibição da sua irreverência, criatividade e talento de sempre, o certame, numa noite de muito glamour, contou com shows de drag queens e transformistas famosos, como Lennox Dreams, Suzane d’ Castro, Natasha Winner, Carla Maranhão, Bia Maranhão, Valeska Furtado, Marília Cordova, Monique Skaranzi, Meryllin Dhyior, Lizandra Brunelli, Alexandre Hakam, Luana Phaiffer, Surama Wilkner, Prinsiclia Serra e Merilon Dior.

Na saudação ao público, personificando um show à parte, Milton Cunha convidou os atores Clarisse e Dijé, que integram o elenco da peça Pão com Ovo e fizeram um número digno de nota, provocando a plateia a cair na gargalhada. “É sempre bom saber que talentosos artistas daqui levam o nome do Maranhão, para bem longe, pois tive o prazer de assistir ao espetáculo, em junho, no Arraial Pertinho de Você, e achei encantador, meus parabéns a vocês da peça Pão com Ovo”, revelou Milton Cunha.

Um comentário em “Candidata de Imperatriz vence o Miss Maranhão Gay”

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>