Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Grupo que defende o retorno da monarquia no Brasil funda organização nesta sexta-feira (19), em São Luís

Mesmo a maioria da população tendo optado pela república presidencialista em 1993, uma parcela da população continua acreditando que a monarquia parlamentarista é o melhor regime político para o país. Com a grande crise institucional que vive o Brasil hoje, essa ideia ganha ainda mais força. Para propagandear as vantagens desse regime político no Maranhão, será fundado, nesta sexta-feira (19), em São Luís, no Auditório do Jornal O Imparcial, o Círculo Monárquico de São Luís – CMSL. Trata-se de mais um dos núcleos organizados para difundir o ideário monárquico no país, que já ganham cada vez mais membros. No evento de hoje, haverá uma conferência com o professor José Carlos Sepúlveda, ligado à Casa Imperial do Brasil e a presença do diretor do Círculo Monárquico de Fortaleza, o advogado Juvenal de Arruda Furtado. O evento está previsto para começar às 19h.
Além da palestra, será lido no encontro um manifesto do Círculo à sociedade maranhense. Além de observar o que chamam de “fracasso do projeto republicano”, a organização frisará a importância de se “conjugar adequadamente Autoridade e Liberdade”. Os membros-fundadores manifestarão serem favoráveis à implantação de uma Monarquia Parlamentar, sob a perspectiva de uma “monarquia federativa”, asseguradas as “liberdades de imprensa, expressão, reunião, associação e sindical”.
O grupo está sendo liderado pelo empresário José Lorêdo Filho, da Livraria e Editora Resistência Cultural, no posto de Conselheiro-Diretor. Ainda no conselho, estão Francisco Bezerra, Paulo Rogério da Silva e Melhem Saad, respectivamente como 1º e 2º secretário e tesoureiro.

Contato

Mande sua sugestão de conteúdo
E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
WhatsApp: (98) 99112 5406

Siga-me no Twitter