Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Em São Luís, PCdoB de Flávio Dino faz aliança com partido de Bolsonaro e Marco Feliciano

25 de agosto de 2016 : 07:45

dinopensativoIncoerência política ou conveniência política? Como poderia ser classificada a aliança eleitoral entre PCdoB e PSC em São Luís? Os comunistas, principalmente Flávio Dino e Márcio Jerry, sempre apontaram Jair Bolsonaro e Marco Feliciano como aberrações da política brasileira, mas para a disputa de vereador na capital maranhense, os dois esqueceram as declarações e levaram o partido para coligar com a sigla que abriga os dois citados, além de outros nomes que fazem dura oposição a presidente afastada Dilma, além de manter posicionamentos que são bem distantes dos ideais da esquerda e dos comunistas.

Recentemente – no último dia 26 de julho – Jair Bolsonaro fez um vídeo e deu a seguinte declaração: “O Maranhão tem que deixar de ser comunista. Vocês pisaram na bola ao eleger esse governador (Flávio Dino)”. Duas semanas depois, como resposta o PCdoB se aliou ao PSC de Jair Bolsonaro e ainda deram o nome da coligação de “São Luís de todos nós”.

De acordo com informações dos bastidores políticos, o PCdoB decidiu coligar com o PSC, para evitar que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), perdesse o apoio de mais um partido na disputa pela Prefeitura de São Luís e também para não prejudicar a vereadora Bárbara Soeiro, que declarou apoio ao candidato pedetista.

1307535608713-bolsonaroParece nobre a missão do PCdoB, leais ao prefeito Edivaldo e preocupados com a situação da vereadora Bárbara. Mas fica evidente que os comunistas, assim como muitos da política brasileira, se comportam de acordo com a conveniência política e mostram-se cada vez mais incoerentes.

Os comunistas falam que Bolsonaro e Feliciano representam o atraso para o país, mas mesmo assim estão coligados com o partido dos políticos para alcançar vitória em São Luís, ou seja, querem atingir êxito eleitoral independente dos meios, como já pregava Maquiavel.

Vale lembrar que o presidente do PT no Maranhão, Raimundo Monteiro, já classificou a postura de Flávio Dino outrora: “Nós, que fazemos o PT no Maranhão, achamos uma postura no mínimo incoerente do Flávio Dino. Ele não consegue sustentar o seu discurso e apenas se contradiz a cada momento. É difícil entende-lo”. Essa declaração foi em 2014, mas poderia ser muito bem utilizada mais uma vez na eleição desse ano.

Falta muita coerência ao PCdoB, Márcio Jerry e Flávio Dino, mas sobra contradição, conveniência política e muito blá blá blá…

Um comentário em “Em São Luís, PCdoB de Flávio Dino faz aliança com partido de Bolsonaro e Marco Feliciano”

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>