Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Timon: Secretaria de Saúde realiza prestação de contas do ano de 2015

18 de maio de 2016 : 12:11

A Secretaria Municipal de Saúde apresentou na manhã desta terça-feira (17/05) o relatório anual de 2015 para prestação de contas. A ação aconteceu em audiência pública na Câmara dos Vereadores de Timon.

O Relatório representa um documento detalhado sobre todas as atividades executadas em atendimento à Lei Complementar Nº 141/12, que dispõe, dentro outros itens, sobre a avaliação e o controle das despesas da pasta. Ele traz as ações e serviços de saúde desenvolvidos dentro do município, bem como dos recursos aplicados pelo setor.

Em análise à prestação de contas da Saúde, o vereador José Carlos Assunção (PP) destacou o trabalho da Secretaria, que mesmo diante da crise, tem avançado em sua gestão. “O financiamento para a Saúde do nosso município infelizmente é insuficiente, e Saúde é algo caro, não tem como se fazer um planejamento de quantas pessoas vão adoecer, então é um trabalho que mesmo com toda essa dificuldade tem apresentado bons resultados”, disse.

Ainda durante sua fala, o parlamentar reclamou sobre a ausência dos demais vereadores na sessão. “Infelizmente, nem todos estão aqui para saber as informações para que possam discutir os números, saber como está a Saúde do município, questão de financiamento, ter ciência do que foi feito. Muitas vezes eles batem na tecla de que entrou tantos milhões, mas não estão aqui para saber com o que foi gasto”, declarou o vereador.

Para o encerramento, o gestor de saúde, Marcio Sá, respondeu alguns questionamentos dos vereadores, onde pode falar sobre as dificuldades da gestão. “Para nós que fazemos a Saúde do município é um prazer estar mais uma vez nesta casa para apresentar o nosso relatório, que trata da Atenção Básica, um dos compromissos do município de Timon, junto com a Média Complexidade”, falou o secretário.

Márcio Sá ainda comentou sobre a queda nos repasses e dos esforços da Prefeitura em manter seus compromissos. “No final ano de 2015, tivemos uma queda no repasse em torno de 13% e esse decréscimo continua até hoje. Já estamos com 20.66% de queda de repasse em relação ao FPM e ao ICMS, dificultando bastante o trabalho, já que essa crise afeta todo o país. Sabemos que grandes municípios, bem maiores que Timon, estão em situação bem difícil. E o prefeito Luciano Leitoa, mesmo com toda essa dificuldade, tem mantido os salários dos servidores em dias, todas as casa de atendimento de saúde estão em funcionamento na cidade e assim, vamos cumprindo com o nosso papel, que é desempenhar uma boa gestão para o povo, mesmo diante de todas essas dificuldades”, falou o secretário.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>