Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Documentos comprovam que Prefeitura de São Luís deve empresa que fornecia oxigênio ao Socorrão I

17 de maio de 2016 : 17:12

A Prefeitura de São Luís bem que tentou explicar o fim de fornecimento de oxigênio pela empresa White Martins Gases Industriais do Norte Ltda ao hospital Socorrão I. Mas realmente a interrupção do serviço se deve a uma dívida que chega a quase R$300 mil.

IMG-20160517-WA0038

De acordo com dados do Portal da Transparência da Prefeitura de São Luís, o valor empenhado e liquidado foi de R$574.470,19 no entanto o valor pago foi de R$290.043,47.

Como é possível verificar nos documentos, a dívida da Prefeitura de São Luís é referente ao mês de abril de 2015 com valor de R$149.335,84; julho de 2015 com valor de R$125.338,83; dezembro com valor de R$139.100,45 mais indenização de R$19.987,44.

Fica claro que mais uma vez a Prefeitura de São Luís falta com a verdade e quem sai prejudicado é o povo ludovicense.

IMG-20160517-WA0041

IMG-20160517-WA0039

Os documentos comprovam que o diretor do Socorrão I é o responsável pelo aditivo dos contratos.

18 comentários em “Documentos comprovam que Prefeitura de São Luís deve empresa que fornecia oxigênio ao Socorrão I”

  1. Francisco

    5 anos atrás  

    e quem disse que esses documentos não podem serem fajutos??? apure os fatos antes de sair postando esse tipo de manipulação barata meu caro

  2. Adélia

    5 anos atrás  

    Se estava em processo de licitação então essa informação não é veridica, e sim manipulada

  3. Paulo

    5 anos atrás  

    Mais um documento inverídico que não possui todas as informações corretas e atualizadas. como coisa que isso já não fosse tão comum né?

  4. Flávia

    5 anos atrás  

    Ainda nessa história que todo mundo já sabe que é desespero da oposição? Kkkk

  5. wesley

    5 anos atrás  

    Não adianta usar de estratégias ultrapassadas pra manipular a opinião pública e atrapalhar um trabalho correto!!

  6. Olivio

    5 anos atrás  

    Não sei não ein? Os carniceiros do contra já tentaram estratégias piores pra manchar a imagem do sr prefeito… não caio nesse conto descarado…

  7. JOSÉLIO

    5 anos atrás  

    esse circo de tentar acusar usando mil e um artificios não está colando! A gestão tem sido honesta durante todo esse tempo e vocês sabem disso!

  8. Márcia

    5 anos atrás  

    No mínimo um erro de calculos confusos que estão querendo passar a imagem errada da gestão! O processo de licitação está em andamento…

  9. Vitor

    5 anos atrás  

    Duvidosos esses documentos.

  10. Viviane

    5 anos atrás  

    A imagem está muito pequena, mas o que deu a entender é que foi por termino de contrato mesmo. Se foi assinado em maio de 2015, para o período de um ano, o contrato de fato acabou, não é isso?A dívida deve ser paga, mas esse não é o motivo da saída da empresa.

  11. Alysson

    5 anos atrás  

    isso está na cara que foi algo estratégicamente bolado pra gerar essas “provas” fajutas

  12. Lincon

    5 anos atrás  

    Diego Emir, obvio que a prefeitura nao fez algo dessa natureza. Essa noticia é antiga e falsa.

  13. Helio

    5 anos atrás  

    FICO IMPRESSIONADO COM FALTA DE VERGONHA DAS PESSOAS QUE NAO TEM O QUE FAZER. NOTICIA FALSA!

  14. Beatriz

    5 anos atrás  

    Pense em um factóide que rendeu, affs.

  15. Leonardo

    5 anos atrás  

    Volto a repetir, a troca não foi pela falta de pagamento, mas sim pelo fato de que a empresa responsável já estava no sexto aditivo e a Prefeitura de São Luís fez um emergencial de seis meses e aguarda o processo licitatório.

  16. Breno

    5 anos atrás  

    O serviço de oxigênio não parou em momento algum, a prefeitura não foi irresponsável. E outra, isso não é uma dívida, mas sim o encerramento do contrato.

  17. Thiago

    5 anos atrás  

    Engraçado que isso surge justamente quando São Luís começa a ter um bom padrão na saúde pública, ganhar vários prêmios de reconhecimento pelo trabalho de execelência, ai começam a criar histórias mirabolantes para tentarem abafar os avanços.

  18. Juscelino

    5 anos atrás  

    O povo tem a memória curta mesmo, trbalho na área da saúde de São Luís, e sei como João Castelo deixou a saúde daqui ao fim de seu mandato, sem remédios e se materiais básico, ai estão reclamando por um procedimento comum, que não afetou em nada o fornecimento do serviço. Querem a volta de Castelo trajado na pele de Eliziane?

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>