Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Secretário Marcos Pacheco é humilhado, após fracasso da Conferência Estadual de Saúde

15 de outubro de 2015 : 07:52

A desorganização da Secretaria estadual de Saúde já superou todos os limites e como prova disto foi a verdadeira humilhação que o secretário Marcos Pacheco passou durante as atividades de quarta-feira (14), da 9ª Conferência Estadual de Saúde.  O médico foi vaiado desde o momento que pegou o microfone para falar. Quem esteve presente disse que ele não conseguiu conduzir de forma alguma plenária. Os delegados gritavam e diziam que era uma vergonha a falta de organização. De acordo com as reclamações não houve divulgação e nem apoio aos delegados do interior. Nas edições anteriores da Conferência, o governo dava hospedagem e alimentação para os delegados. Agora não deu nem hospedagem.

Marcos Pacheco após ser humilhado pelos presentes se retirou da Conferência e não retornou para ouvir as reclamações dos participantes.

A Conferência Estadual de Saúde é o auge da gestão do SUS no Maranhão e durante o evento são traçadas as diretrizes para administração da saúde pública. É neste espaço que são escolhidos os delegados entre usuários da saúde (sociedade civil), trabalhadores e gestores, para participarem da Conferência Nacional em Brasília, durante o mês de dezembro.

8fb6c05b-7c7e-4afd-83ba-bca89ace48b6

Estava prevista a participação de 1100 delegados eleitos nas conferências municipais, mas apenas 292 se inscreveram no evento o que tira o caráter representativo da atividade. O motivo é a falta de organização da Secretaria de Saúde. De acordo com o que foi apurado foram gastos R$500 mil na realização do evento, porém todo este dinheiro pode ter sido jogadora fora, pois a promotora Glaria Mafra quer cancelar a Conferência por conta do número de delegados que não garante quórum mínimo. De acordo com o regimento do SUS em relação as Conferências, existe a necessidade de um quórum com maioria absoluta, caso contrário a Conferência deve ser cancelado. No caso do Maranhão existia a necessidade de haver pelo menos a participação de 551 delegados.

A pífia participação na Conferência Estadual de Saúde reflete o fracasso da gestão de Marcos Pacheco. É uma resposta da sociedade dizendo que não está satisfeita com política de saúde implantada no estado.

Ainda existem outros fatores que levam a essa insatisfação, como a falta de palavra do governo que anunciou um concurso para a saúde e agora lançou edital para um processo seletivo que só tem duração de um ano e com baixos salários. Pela mentira do governador que iria gratificar os Agentes Comunitários de saúde e fez uma reunião no mesmo centro de convenções na UFMA para anunciar a melhoria salarial dessa categoria e até agora não saiu do papel.

Ainda existe uma resposta dos usuários de saúde que deixaram de participar da conferência por conta do desrespeito do governo com o controle Social. O governo está planejando as ações da saúde sem ouvir o que o usuário da saúde pensa.

Como resposta a todos esses problemas, a Secretaria estadual de Saúde deu como resposta ausência na participação da Conferência no período da tarde quarta-feira (14), nenhum representante da SES permaneceu na atividades. Está prevista que a Conferência seja retomada nesta quinta-feira (15), as plenárias estão ocorrendo no Centro de Convenções da UFMA.

Informações dão conta que governador Flávio Dino (PCdoB), já estaria ciente do ocorrido e medidas enérgicas devem ser tomadas em relação a Marcos Pacheco.

Um comentário em “Secretário Marcos Pacheco é humilhado, após fracasso da Conferência Estadual de Saúde”

  1. maria dos aflitos

    5 anos atrás  

    Nossa!!quanta falta de informacao …estou na conferencia desde o inicio e isso dai que esta escrito nao é verdade!!ao contrario o secretario foi aplaudido em suas falas e as discussoes e reclamaçoes sao muito comuns em conferencias.Talvez quem escreveu isso nunca participou de um espaco onde a sociedade civil apresenta sua opiniao..

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>