Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Após pressão do SIND-UFMA, Apruma decide suspender a greve da UFMA

25 de setembro de 2015 : 09:11

A Apruma bem que tentou, mas acabou decidindo pela suspensão da greve dos professores que já durava mais de 100 dias. Pressionados pelo plebiscito aberto pelo SIND-UFMA, que buscava saber a opinião de todos os professores sobre a continuidade da greve ou não, os poucos ainda ligados a Apruma decidiram encerrar a paralisação para passar a impressão que eles ainda estão no comando dos docentes na Universidade Federal do Maranhão.

Desta forma, os poucos mais de 20 associados que participaram da Assembleia Geral Permanente da APRUMA-SS, na tarde de quinta-feira, dia 24, decidiram aprovar por maioria a suspensão da greve. De acordo com nota da entidade, “mesmo tendo autonomia para decidir pela saída isolada, os docentes propuseram a saída UNIFICADA, decisão que reforça o caráter classista e nacional do sindicato”.

A decisão da Apruma só foi tomada para fazer frente ao SIND-UFMA, que hoje verdadeiramente representa os docentes da Universidade.

Os professores vão retornar as aulas, logo após a discussão de um novo calendário acadêmico que será colocado em discussão no CONSUN – Conselho Universitário. O reitor Natalino Salgado informou que irá convocar imediatamente a realização de uma reunião dos conselheiros.

A previsão é que as aulas sejam retomadas no dia 13 de outubro, se estendendo por 45 dias e logo em seguida iniciado o segundo semestre de 2015. Dezembro, janeiro e fevereiro que são meses que a Universidade geralmente tem recesso, permanecerão em atividade.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>