Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“PSDB do Maranhão terá candidato à Prefeitura de São Luís”, volta a declarar Carlos Brandão

10 de julho de 2015 : 10:06

O presidente estadual do PSDB do Maranhão, Carlos Brandão, voltou a declarar que seu partido também lançará candidatura à Prefeitura de São Luís em 2016: “PSDB do Maranhão terá candidato à Prefeitura de São Luís”.

O desejo é do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, que já determinou o lançamento de candidaturas próprias em todos os diretórios das capitais no país. O tema já tinha sido exposto em uma entrevista publicada neste blog, ainda no mês de março.

Em São Luís, quatro nomes tem chance de entrar na disputa: João Castelo, Neto Evangelista, Sérgio Frota e até mesmo Luís Fernando. O preferido de Brandão seria o último, mas o neotucano já disse que prefere disputar a prefeitura de São José de Ribamar. Dessa forma, o Neto se torna o “queridinho” e deve desbancar Castelo na corrida eleitoral, não pelas chances de vitória, mas por questões de sintonia política.

Carlos Brandão chega a comentar a possibilidade dessas candidaturas. “Prova disso é a série de pleitos que têm surgido, dentro do próprio partido. Vários dos nossos membros já manifestaram a intenção de disputar a Prefeitura de São Luís”, enfatiza.

O presidente estadual do PSDB lembrou que desde a última disputa à Prefeitura, em 2012, tem defendido a candidatura própria pelo partido. O líder tucano ressalta, ainda, que esta é uma determinação da Executiva Nacional que deverá ser seguida.

“Tenho dialogado com os pré-candidatos tucanos, considerando o grande potencial que todos possuem. No momento certo, anunciaremos qual será o nome do partido que disputará a Prefeitura de São Luís”, afirmou Brandão.

Alguns dizem que o posicionamento do vice-governador faz parte de um acordo com o governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Lançariam Neto Evangelista, que não teria chance alguma, mas poderia evitar uma eleição plebiscitária entre Edivaldo e Eliziane, levando a disputa para o segundo turno. Em troca do acordo, Neto seria beneficiado com apoio e estrutura numa eventual disputa para deputado federal em 2018.

Brandão e seus aliados contestam essa hipótese…

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>