Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Programa Interbairros e reivindicações feitas pelo Fórum Municipal de Juventude (FMJ) foram pontos frisados pelo vereador Honorato Fernandes

7 de julho de 2015 : 14:16

O lançamento do Programa Interbairros e reivindicações feitas pelo Fórum Municipal de Juventude (FMJ) foram pontos frisados pelo vereador Honorato Fernandes, na manhã desta terça-feira (07), durante pronunciamento realizado no plenário da Câmara Municipal de São Luís.
O vereador iniciou o pronunciamento lembrando os dois anos de esforços para efetivar as ações do Projeto Interbairros, fruto da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, que contempla um conjunto de 14intervençõesno trânsito, que vêm ao encontro dos anseios da população, que sempre demandou melhorias nessa área.
“Ontem, durante o lançamento do Projeto Inter Bairros, nós tivemos a prova real de que de fato a união faz a força. Foram dois anos de luta para retirar do papel os projetos deste programa.Dois anos depois, é uma alegria ver o anúncio destas intervenções que vão facilitar o dia – a – dia da nossa população”, destacou o vereador.
Juventude – Durante o pronunciamento Honorato enfatizou ainda demandas referentes às políticas públicas voltadas para a juventude de São Luís. Demandas estas apresentadas, na última sexta-feira, durante reunião realizada entre a comissão do Fórum Municipal de Juventude e o vereador Honorato.
Dentre as reivindicações apresentadas pela comissão, Honorato pontuou: a regulamentação da Lei do Fundo Municipal de Políticas de Juventude, com recursos destinados do orçamento e definição de recolhimento de alguns encargos para o mesmo; criação da Secretaria Municipal de Juventude, com dotação orçamentária para executar os programas específicos de juventude; implantação de ações voltadas para o transporte público, como a implantação do Bilhete Único e a efetivação do processo licitatório.
“Na semana passada, tive a oportunidade de receber uma comissão do Fórum Municipal de Juventude, que de forma muito organizada e sensata, apresentou um pauta de reivindicações, cobrando alguns direitos que vêm sendo negados, como a regulamentação da Lei do Fundo Municipal de Políticas de Juventude, criação da Secretaria Municipal de Juventude”, pontuou Honorato.
Durante a sessão, a Câmara Municipal anunciou também a renúncia do vereador Honorato Fernandes da presidência da Comissão de Ética da Casa. O vereador, a partir de agora, vai liderar os trabalhos da Comissão de Direitos Humanos da Casa.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>