Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Osmar Filho falha na articulação e prefeito Edivaldo Holanda Júnior sofre “derrota” na Câmara

3 de junho de 2015 : 14:21

Faltou liderança de governo na sessão desta quarta-feira (3), da Câmara Municipal de São Luís. O vereador Osmar Filho (PSB) não conseguiu conduzir a bancada governista e acabou expondo o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e sua administração ao sofrer uma “derrota” na votação da Mensagem do Executivo que visava aprovar uma Lei de Autorizativa para iniciar o processo de licitação do transporte público. O presidente Astro de Ogum foi o responsável por evitar um desastre maior, assim como colaboraram Honorato Fernandes (PT) e Pedro Lucas Fernandes (PTB).

Tudo começou com a falta de quórum no plenário Simão Estácio da Silveira. A sessão ordinária foi aberta e encerrada às 10h26 por ter apenas 13 parlamentares na Câmara Municipal. Porém o presidente Astro de Ogum usou sua habilidade política e em pouco menos de 15 minutos, conseguiu a convocação de pelo menos 8 vereadores, o que acabou garantindo quórum para a abertura de uma sessão extraordinária.

Ao iniciar os trabalhos, os oposicionistas Fábio Câmara (PMDB) e Rose Sales (PP), conseguiram “derrotar” os demais 21 vereadores, que deveriam ser conduzidos por Osmar Filho. Na sessão desta quarta-feira (3), o executivo municipal enviou 7 mensagens para serem aprovadas, porém as principais que tratam da Licitação do Transporte Público e da concessão de crédito financeiro, acabaram sendo adiada e aprovada com ressalva, respectivamente.

Sem tomarem nenhum conhecimento do que estava sendo discutido, os vereadores governistas não tinha argumento para contrapor Fábio Câmara e Rose Sales que estavam bem embasados. Diante dessa situação o ex-líder do governo Honorato Fernandes e Pedro Lucas Fernandes, desempenharam papel fundamental para evitar um verdadeiro vexame no legislativo municipal, uma vez que Osmar Filho não conseguiu conduzir de nenhuma forma a base aliada, até por não dispor de conhecimento do assunto que estava em discussão.

De acordo com um vereador que prefere preservar a fonte, “o prefeito Edivaldo Holanda Júnior está mal representado na Câmara de Vereadores, falta diálogo do líder, o antigo líder chamava com antecedência a base aliada, discutia o assunto e apontava o norte”, declarou.

Foi possível perceber durante a discussão da Mensagem do Executivo sobre a licitação a insatisfação dos parlamentares aliados ao Palácio La Ravardiere. Muitos comentavam que não sabiam nem o que estava sendo colocado em pauta e concordavam com a postura de Rose Sales, que argumentou: “a Câmara está desrespeitada, os vereadores estão aprovando matérias a toque de caixa, sem nem saber o que estava em discussão”.

Por fim o decano da Casa, José Joaquim (PSDB), ainda fez o líder do governo passar mais uma vergonha, assim como a administração de São Luís. O tucano lembrou que a Mensagem do Executivo estava com graves falhas de construção e de forma alguma poderia ser aprovada da forma que foi apresentada, José Joaquim faltou falar que não houve nenhum cuidado na preparação do material e que Osmar Filho não teve nem o cuidado de ler a proposta.

Ao fim dessa discussão, o líder do governo ficou isolado no parlamento e os demais vereadores buscaram orientação dos vereadores Honorato Fernandes e de Pedro Lucas, este último demonstrou boa desenvoltura e capacidade de articulação. A atuação do vereador do PTB o coloca com grandes chances de em breve vir a ser convidado para ocupar a liderança de governo, não só pela capacidade, mas também pela fidelidade, Pedro afirma a todos os cantos que ele e seu partido vão com Edivaldo Holanda Júnior em 2016.

Vale destacar a atuação do vereador Fábio Câmara, que praticamente sozinho derrotou todo um plenário governista…

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>