Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Governo envia procurador e jurídico da SES às pressas para São Paulo para resolver “caso Dudu”

18 de maio de 2015 : 21:41

Após a ampla repercussão negativa que ganhou o caso do recém-nascido Luiz Eduardo Filho, o “Dudu”, que luta pela vida no Hospital Beneficência Portuguesa. O Governo do Maranhão determinou a ida do procurador Carlos Henrique e dos membros do jurídico da Secretaria Estadual de Saúde, Heraldo Moreira e Lidia Cunha Schramm, para a cidade de São Paulo com intuito de resolver o problema.

Noticiado em rede nacional o sofrimento da família de Luiz Eduardo, através do Bom Dia Brasil da Tv Globo, o secretário de Saúde, Marcos Pacheco, disse que a Secretaria Estadual de Saúde não pode custear o tratamento do bebê maranhenses pois seria “financiar riqueza sem justa causa para uma pessoa só”. Por conta disso a SES recorre quanto a questão de ter de pagar os custos do tratamento de “Dudu” em São Paulo.

No entanto na tarde desta segunda-feira (18), o desembargador Ricardo Duailibe, do Tribunal de Justiça, julgou procedente, agravo regimental interposto pelos advogados dos pais do menino Luiz Eduardo Filho, o “Dudu” e determinou que o Governo do Estado continue arcando com a internação do paciente no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, “enquanto persistir o seu estado de risco, independentemente de que os procedimentos necessários sejam ou não ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”.

O jurídico da SES e o procurador vão a São Paulo com a missão de tentar amenizar a situação e convencer a família a não expor mais o Governo do Estado. Uma vez, que também na tarde desta segunda-feira (18), a tia do bebê se manifestou através de rede social e garantiu que nunca houve assistência das autoridades estaduais, como divulgou o blog Atual7 (veja aqui).

Em uma postagem no Facebook, ela escreveu: “Para que as autoridades competentes saibam que a família está atenta e acompanhando tudo de perto, e para que as pessoas que estão à frente da SES que negligenciaram o caso saibam que atualmente, “o povo” sabe exigir seus direitos. Quem ocupa um lugar no serviço público, está onde está para melhor atender a população e não fazendo favor a quem busca ajuda do Estado. A família merece respeito, a criança merece respeito e tem direito ao seu tratamento e à vida!”.

Como é possível perceber na imagem divulgada acima, parece que o corpo jurídico escalado para resolver o problema está tratando a viagem mais como um passeio do que um grave problema, que está colocando em discussão a vida de uma criança…

Um comentário em “Governo envia procurador e jurídico da SES às pressas para São Paulo para resolver “caso Dudu””

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>