Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Caso “Dudu”: advogado da família revela que Governo vai recorrer ao STJ para não pagar tratamento da criança

19 de maio de 2015 : 07:56

“Situação triste, lamentável a forma como governo procedeu com tudo”, assim o advogado Ruterran Martins, classifica a postura do Governo do Estado em relação ao tratamento do recém-nascido Luiz Eduardo Filho, o “Dudu”. Em contato com este jornalista, o advogado dá a versão da família desde o inicio dos fatos. Segundo Ruterran, o Governo vem tentando de todas as formas não pagar o tratamento da criança e a advogada da Secretaria Estadual de Saúde, Lidia Cunha Schramm, já teria anunciado que “levaria o caso para STJ e que o governo iria derrubar a qualquer custo a liminar“, conta Martins.

Ruterran faz uma grave denúncia sobre a ida do corpo jurídico da SES e um procurador – divulgado aqui“A ida dos advogados é uma tentativa de subornar os médicos, para conseguir qualquer laudo ou documento que venha desprestigiar nossas declarações ou que venha desmoralizar nossa família. Eles devem também propor um acordo com meu irmão”, declarou.

A fala do advogado contrapõe o Governo do Estado que afirma nunca ter se oposto a custear o tratamento. No entanto Ruterran afirma que isso não passa de uma jogada do estado para manter uma boa imagem perante a mídia e a sociedade, pois a Secretaria Estadual de Saúde nunca teve nenhum interesse no caso, pelo contrário, praticou uma série de retaliações. Entre elas, a demissão da tia do garoto (Renaura Mota), que trabalhava na SES como Técnica Administrativa Sênior, como contratada através da Fundação Sousândrade. De acordo com o advogado da família, a Lidia Schramm da SES ao tomar conhecimento que Renaura Mota era tia do “Dudu”, pediu para que ele extinguisse o processo, caso contrário ela teria de ser demitida, afinal “ou se está do lado do estado ou não era”, deixando toda a sensibilidade de lado e esquecendo o lado familiar da funcionária.

AhrJREgLuaOOI5QhnrkzUUM2rz68u5wy89td827xlcnO AnoE4aPwyNQgJtA5PtEG4obYHmHgdvZBVMo5RVDWnIPL

Ruterran confirma os pagamentos de R$141.187 com despesas hospitalares e R$98 mil com honorários médicos ao Hospital Beneficência Portuguesa no dia 29 de abril deste ano, como prova o documento, porém a tentativa é fazer com o que tratamento seja suspendido e a criança seja levada a um hospital da rede de saúde do Maranhão.

AozUDb2PluM1gV5zGpIuCOhCbakBrl3nZiXMqVdkItDw

Informações repassadas pela família dão detalhes sobre o estado de saúde do pequeno “Dudu”. “Ele está muito debilitado. Sofrendo muito. Teve q fazer diálise. Passou do dia 24 (abril) até sexta feira (15) com o peito aberto. Usou a ECMO, que é a máquina do coração artificial, usou por dez dias e prejudicou muito o rins e fígado. Ele foi o primeiro bebê do sexo masculino a sair vivo dessa máquina lá nesse hospital. Somente as meninas resistem. Ele é guerreiro”, apresenta o relato dos pais. A família ainda informa que “Dudu” sofre de Hipoplasia do Ventrículo Esquerdo do Coração.

AqVh5tnqc-ecSY_I12lcgmJ5UfndRS6rl9OODrQUO8DN
Os pais de Luis Eduardo Carvalho Souza Filho, “Dudu”, solicitaram a divulgação do bebê para evidenciar o atual estado de saúde e quem sabe sensibilizarem as autoridades para manter o tratamento

 

Na manhã desta terça-feira (19), está previsto um encontro entre o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia e o Ruterran Martins, porém o advogado revela: “O Rodrigo Maia nos procurou e quer entrar em acordo com a condição de que o caso seja abafado na mídia”.

Enquanto a família sofre e denuncia toda a artimanha dos advogados do Governo do Estado em desqualificar e interromper o tratamento da criança, membros da administração estadual usam as redes sociais para afirmar que nada disso existe.

O caso foi aberto desde o dia 30/03/2015 e ao contrário do que diz o Governo, a SES recorreu sim da liminar e tentou de todas as formas encerrar o caso, sem custear o tratamento.

AijJwA1LEZp_P7SC6RnO6dXmwQHaR6A-NogfNdzu618o

Um comentário em “Caso “Dudu”: advogado da família revela que Governo vai recorrer ao STJ para não pagar tratamento da criança”

  1. Magno

    5 anos atrás  

    Esse é o governo da mudança? Mudou pra pior. Pobre Maranhão que daqui para o final desse governo vai estar mais pobre e lascado.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>