Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

2º ex-prefeito mais corrupto do Brasil, segundo a CGU, será nomeado superintendente regional de Viana

21 de maio de 2015 : 17:19

Está virando uma verdadeira farra as nomeações promovidas pela Secretaria de Articulação Política. Diversos aliados políticos estão sendo nomeados em cargos nas Superintendências de Articulação Regional, que muito lembram as Gerências Regionais criadas por Roseana Sarney (PMDB) e tão criticada por aqueles que estão no governo atualmente. Nos próximos dias, o governador Flávio Dino (PCdoB), deve inchar mais a folha do Estado com nomeações de superintendentes, entre eles está o ex-prefeito de São Bento, Luiza Gonzaga Barros, o “Luizinho”, que assumirá a Superintendência de Viana.

Para quem não lembra, o ex-gestor de São Bento ficou conhecido nacionalmente por ser o 2º colocado na lista de corrupção da CGU (Controladoria Geral da União), por conta de desvios de recursos públicos que superaram os R$26 milhões. A verba que seria destinada para educação, saúde, turismo, infraestrutura, combate a fome e desenvolvimento social foi parar toda no bolso de Luizinho.

Flávio Dino que defende a bandeira da honestidade e combate a corrupção deveria pensar melhor na escolha dos seus superintendentes regionais. É inadmissível imaginar que no Governo do Estado estará ocupando um cargo de confiança do governador, alguém que esteja com uma lista de irregularidades na CGU.

Luizinho deve ser oficializado como superintendente regional de Viana nesta sexta-feira (22), após reunião que ocorrerá no Palácio dos Leões com os demais que já estão ocupando os cargos, desde março. A indicação do ex-prefeito de São Bento foi recomendada por Rubens Pereira, o Rubão, pai do deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

Insatisfeito com os poucos espaços que vem ocupando no Governo, Rubens Pereira está pressionando os aliados comunistas para que algumas de suas demandas sejam atendidas, entre elas a do ex-prefeito Luizinho que ficará responsável pela articulação política em 20 municipios.

Se Luizinho quando foi prefeito de São Bento desviou R$ 26.143.453,12 (vinte e seis milhões, cento e quarenta e três mil, quatrocentos e cinquenta e três reais, e doze centavos), segundo relatório da CGU, imagina o que ele pretende fazer ao se relacionar com todos estes prefeitos e vereadores da região.

Abre o olho Flávio Dino…

Um comentário em “2º ex-prefeito mais corrupto do Brasil, segundo a CGU, será nomeado superintendente regional de Viana”

  1. Adailton

    5 anos atrás  

    Eu com 26 milhões no bolço jamais queria ser funcionário publico Estado, acho que tem muita mentira nessa noticia. Pode ter sim irregularidade na aplicação dos recursos públicos, mas ir todo pro bolço ´e conversa de Sarneysista frustrado.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>