Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Zé Reinaldo quer Bira do Pindaré no comando do PSB e candidato a prefeito de São Luís

6 de abril de 2015 : 16:15

O deputado federal Zé Reinaldo Tavares (PSB), anda meio sumido dos holofotes. Anteriormente anunciado como secretário estadual de Minas e Energia pelo governador Flávio Dino (PCdoB), acabou nunca assumindo o cargo e como parlamentar não há nenhuma notícia de sua atuação. No entanto, ele vem se movimentando nos bastidores. Se titular não é da pasta de Minas e Energia, aparentemente ele quem controla a estrutura, afinal o ex-governador vive circulando pelo escritório da Gasmar no Office Tower, empresa vinculada a secretaria que seria ocupada por Tavares. Porém não é apenas no governo que o socialista vem “trabalhando”. Com um mandato de parlamentar, Zé Reinaldo está buscando ganhar força internamente no PSB, tanto que na última reunião do partido no domingo (29), ele sugeriu que o deputado estadual licenciado Bira do Pindaré (PSB), assuma a presidência da executiva municipal em São Luís.

No último domingo (29), membros da executiva estadual do PSB, estiveram reunidos. Entre eles estiveram: Luciano Leitoa, Bira do Pindaré, Zé Reinaldo, Ribamar Alves e Zé Antônio Almeida.
No último domingo (29), membros da executiva estadual do PSB, estiveram reunidos. Entre eles estiveram: Luciano Leitoa, Bira do Pindaré, Zé Reinaldo, Ribamar Alves e Zé Antônio Almeida.

Atualmente presidido pelo senador Roberto Rocha, o PSB de São Luís está sendo alvo de desejo de Zé Reinaldo, pois ele deseja ganhar força e fazer barganhas políticas na disputa municipal de 2016. Durante a reunião, Tavares inclusive insinuou um possível tensionamento entre o governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Na oportunidade, o ex-governador ainda sugeriu que Bira do Pindaré deve ser o presidente do PSB em São Luís, para que ele possa se viabilizar candidato a prefeitura da capital.

Bira do Pindaré teria feito um acordo com o governador Flávio Dino ainda em 2014, que não sairia candidato a prefeito, se assumisse uma secretaria. O governador entregou a Ciência e Tecnologia para o socialista, que agora vem sendo insuflado para que desfaça o trato. É necessário frisar que Bira também vem trabalhando a hipótese de retornar ao PT.

Participaram do encontro, o presidente do PSB no Maranhão, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa; o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves; o próprio Zé Reinaldo Tavares; Bira do Pindaré; o ex-presidente do partido no estado, Zé Antônio Almeida, entre outros. O senador Roberto Rocha, membro da executiva estadual não participou, assim como os três vereadores da legenda em São Luís: Roberto Rocha Júnior, Osmar Filho e Chaguinhas.

Procurado para comentar o assunto, o líder do governo Edivaldo na Câmara dos Vereadores, informou que não foi convidado para a reunião e consequentemente não sabe o teor das conversas.

Nem Zé Reinaldo e Bira do Pindaré, atenderam as ligações para comentar o fato exposto. Porém as informações são confirmadas por demais membros do PSB que participaram da reunião.

Após a publicação dessa postagem, Zé Reinaldo por meio de mensagem respondeu “não”, para o questionamento de uma possível articulação para que o PSB tenha candidatura própria em São Luís. Ele manteve a postura de não atender as ligações e nem responder os demais questionamentos.

Atualizada às 16h52.

 

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>