Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Deputado defende medidas de combate à corrupção no Estado

9 de abril de 2015 : 18:18

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) destacou, na sessão desta quinta-feira (09), a criação da Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção, no governo Flávio Dino, e disse estranhar qualquer movimento político contrário à medida. Segundo o parlamentar, o novo órgão foi instituído, como o próprio nome diz, para evitar e combater a corrupção no Estado.

 

“Por que um protesto contra a criação de uma Superintendência de Combate à Corrupção, se todos nós devemos querer isso? Todos, inclusive, a oposição. Pois combate à corrupção é um desejo. É um objetivo de todos nós cidadãos e cidadãs de bem do Maranhão,  quanto mais dos parlamentares”, comentou.

 

Segundo o deputado do PCdoB, a população do Maranhão respaldou o atual governo ao reprovar, nas urnas, o grupo político que saiu do poder em 31 de dezembro passado. Ele lembrou que, no governo Roseana Sarney, o que havia era um grupo de três delegados, montado para perseguir adversários.

 

“Então, veja bem a diferença entre uma coisa e outra. Este é um instrumento que o atual governo cria para fiscalizar a si próprio, não só ex-gestores como atuais gestores. E a sociedade aplaude, porque é uma forma objetiva e concreta de dizer que a prática criminosa não será aceita nesta gestão”, enfatizou.

 

Perseguição

 

Na tribuna, Othelino disse que não há, talvez, nenhum deputado ou poucos que foram tão perseguidos, durante o governo Roseana, quanto ele. “Viraram minha vida de cabeça para baixo. Fizeram todo o tipo de aberração jurídica. Quebraram sigilo telefônico, fizeram todo o tipo de coisa para tentar desqualificar a minha gestão”, lamentou.

 

Segundo Othelino, o que produziram de relatório foi uma aberração jurídica, prontamente desqualificada pelo Tribunal de Justiça na época. “O que me deixa muito tranquilo, tanto prova que estou com meus direitos políticos válidos, é que fui candidato a deputado sem ter uma impugnação e, graças ao povo do Maranhão, fui reeleito”, disse.

 

E por fim, o deputado chamou atenção para o fato do grupo Sarney não conseguir se desapegar das coisas do governo. “Acabou. O povo do Maranhão disse: ‘acabou, vocês não mandam mais no Maranhão’. Entendam isso. Admitam! Porque essa foi a vontade do povo. E, finalmente, parem com essa mania de tentar escolher os representantes, as pessoas que o governador vai escolher. Ele nomeia, ele tem a prerrogativa de nomear”, disse.

 

Segundo Othelino, mesmo tendo sido reprovado pelo povo, o grupo Sarney continua querendo desqualificar a mudança. “Mas não vai conseguir, porque a mudança é um desejo do povo do Maranhão. Este governo, em 100 dias, está começando a mudar o Maranhão. Mágicos o governador e seus secretários não são, mas já, concretamente, começaram a dar um novo caminho para este Estado”, assinalou. 

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>