Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Trinchão contribui tecnicamente no 54º ENCAT realizado na Bahia

27 de março de 2015 : 12:49

Detentor de conhecimento técnico e literário a respeito dos tributos fiscais no âmbito na esfera estadual e federal, o presidente do PSD no Maranhão e secretário Executivo do Conselho da Cidades do Ministério das Cidades, Cláudio Trinchão, integra a mesa do 54º Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (ENCAT), realizado na Bahia.

Colaborando com sua expertise no tema, devido ao vasto conhecimento técnico na área tributária, adquiridas ao longo do período em que passou à frente da Secretaria da Fazenda do Maranhão (Sefaz-MA) e como coordenador Nacional do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ) e do ENCAT, Trinchão, atualmente no Ministério das Cidades, se dispõe a realizar articulações no âmbito do governo federal, bem como continuar a contribuir com as admoestações tributárias na busca de soluções para melhorar a eficiência e a redução das obrigatoriedades tributárias e o custo no Brasil.

Do ENCAT

Nesta edição do Encat, Trinchão, que além de presidente do PSD e secretário executivo do Conselho das Cidades,  acumula ainda o cargo de Diretor de Programas, Coordenador das Ações do Ministério das Cidades no Maranhão,  leva  tecnicamente ao debate sobre o alinhamento as novas medidas anunciadas pelo governo federal,  que visa dinamizar a economia com base na simplificação das exigências para abertura de funcionamento de empresas, a fim de desburocratizar o empreendedorismo no país.

O 54º ENCAT, realizado nesta quinta (26) e amanhã (27), vem com o tema ‘Simplificação das ações tributárias’, no Othon Palace Hotel, no bairro de Ondina. Além de Trinchão, participam do encontro o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, o coordenador geral do ENCAT, Eudaldo Almeida, o secretário executivo do Centro Interamericano de Administração Tributária (CIAT) e os secretários da Fazenda de Alagoas, da Bahia e de Sergipe. O encontro conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO).

Um outro tema importante na pauta dos debates é o processo atual de modernização da atuação do Fisco, com a implantação de ferramentas digitais que permitem a evolução no processo de arrecadação de tributos e maior eficácia no combate à sonegação. O processo começou com a implantação da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), e hoje já inclui diversas outras novidades, sendo a mais recente a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>