Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

“Questão de Justiça” debate lutas sindicais e correição do CNJ

28 de fevereiro de 2015 : 12:27

O movimento dos trabalhadores e trabalhadoras em busca de garantias de direitos adquiridos foi um dos destaques do programa “Questão de Justiça – A voz do servidor”, deste sábado (28), na rádio Difusora AM 680khz. Como convidados, estiveram presentes Wender Robert Rocha, representante Regional da Central dos Sindicatos Brasileiros e Presidente do Sindicato dos técnicos Agrícolas do Estado do Maranhão e Artur Estevam, diretor de Comunicação do Sindjus.

O representante da CSB, destacou o encontro entre dirigentes das Centrais Sindicais e sindicatos de servidores públicos estaduais para discutir o exercício do direito de greve no serviço público maranhense, quota de cargos comissionados para servidores efetivos e outros assuntos de interesse comum, ocorrido na última terça-feira (24).

Ele exaltou a participação de dirigentes da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST/MA), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/MA), União Geral dos Trabalhadores (UGT/MA), Coordenação Nacional De Lutas (Conlutas), Central Única dos Trabalhadores – CUT/MA, Força Sindical – FS, Central dos Sindicatos Brasileiros – CSB e da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB.

Durante o programa, ele lembrou: “A reivindicação não é apenas para resolver o problema do SINDJUS-MA, mas de todas as centrais sindicais que compõem o Estado do Maranhão. Essa atitude da PGE é uma sinalização aos demais sindicatos que também já sofrem com imposições judiciais da PGE, interferindo no direito de greve dos trabalhadores”


Ele ainda destacou o pedido de audiência com o governador Flávio Dino (PCdoB), para que se possa discutir a situação para uma solução de consenso entre os trabalhadores e administração pública, que possa por fim às ações de ilegalidade das greves ajuizadas pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) contra os servidores do Ministério Público, da AGED, do Sistema Penitenciário e do Tribunal de Justiça.

O programa ainda contou com a participação de Artur Estevam que falou sobre a correição do CNJ no Tribunal de Justiça do Maranhão e seus desdobramentos. O dirigente lamentou o fato de ter sido averiguado, apenas as questões do precatórios, mas comemorou o julgamento da servidora Cláudia Maria da Rocha, que vai ocorrer na próxima quarta-feira (4).


O “Questão de Justiça – A voz do servidor” é um programa do Sindjus-MA que vai ao ar todos os sábados das 10h às 11h na rádio Difusora AM 680 khz.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>