Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Deputado Zé Inácio faz pronunciamento a favor dos servidores do judiciário

27 de fevereiro de 2015 : 09:35

O tema ações de ilegalidade subiu a tribuna da Assembleia Legislativa na sessão desta quinta-feira (26). O líder do PT no parlamento, Zé Inácio, fez um forte discurso em favor dos servidores públicos estaduais que travam batalhas com o governo contra o corte de pontos em seus salários por conta da realização de greves.

O deputado estadual cobrou do governador Flávio Dino (PCdoB), uma posição, se está ou não do lado dos trabalhadores. Além disto, Zé Inácio solicitou que o chefe do executivo estadual receba as Centrais Sindicais para que o diálogo possa aberto sobre as ações de ilegalidades das greves ajuizadas pela Procuradoria Gerald do Estado (PGE), contra os servidores estaduais.

Além dos servidores do judiciário maranhense, outros estão sendo penalizados como os trabalhadores do Ministério Público, da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão – AGED e do sistema penitenciário.

Durante seu discurso, Zé Inácio lembrou que o corte de ponto dos servidores do Judiciário maranhense determinado pelo órgão especial do Tribunal de Justiça (TJMA) é uma afronta ao direito trabalhista. “A greve aconteceu no governo anterior e se repete a partir da postura do atual procurador geral, que recorreu de uma decisão contra os servidores do judiciário do Estado. E os servidores estão sendo punidos e tendo descontados dos seus salários 11 dias de paralisação”, argumentou.

O parlamentar ainda solicitou o engajamento e apoio do líder do governo, Rogério Cafeteira (PSC), e também ao líder do bloco, Eduardo Braide (PMN), para que juntos também intercedam junto ao governador para que ele possa receber a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CTB), Coordenação Nacional de Lutas com Lutas (Conlutas), Força Sindical, Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) e a União Geral dos Trabalhadores (UGT). “Os trabalhadores do setor privado e do setor público do nosso Estado é que pedem essa audiência e eu não poderia me furtar como deputado, também originário dos movimentos sociais, porque já advoguei para vários sindicatos no Estado do Maranhão”, completou Zé Inácio.

O Sindjus esteve presente, através do seu diretor de comunicação – Artur Estevam – durante o pronunciamento do deputado estadual Zé Inácio (PT).

Pedido de audiência

Na última terça-feira (24/02) Centrais Sindicais, Sindicatos e servidores públicos estaduais estiveram reunidos durante encontro para discutir o direito de greve no serviço público maranhense, quota de cargos comissionados para servidores efetivos e outros assuntos de interesse comum.

Ao término do encontro, as Centrais Sindicais e a CSPB formalizaram um pedido de audiência com o governador Flávio Dino, para que se possa discutir a situação para uma solução de consenso entre os trabalhadores e administração pública. As entidades decidiram ainda que voltarão a se reunir no prazo de quinze dias na Assembleia Legislativa para discutir outras pautas de interesse comum.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>