Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Codevasf investe R$ 1,5 milhão para fomentar mandiocultura no Maranhão

28 de fevereiro de 2015 : 12:00

O fortalecimento da cadeia produtiva da mandioca – alimento que pode se transformar no principal cultivo do século 21, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO/ONU) – é alvo da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no Maranhão: R$ 1,5 milhão estão sendo investidos para beneficiar inicialmente 360 famílias agricultoras em áreas rurais afetadas por estiagens prolongadas.

Serão nove Unidades de Multiplicação de Manivas implantadas e estruturadas no Maranhão – a ação integra o eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria. O objetivo é promover, em cada um desses maniveiros, a implantação de 1,0 hectare irrigado com infraestrutura de poço e sistema de irrigação visando à multiplicação de manivas selecionadas para posterior repasse aos agricultores familiares e implantação de Unidades de Produção de Manivas em áreas de 0,25 hectare cada.

No total, serão aplicados recursos de R$ 1,5 milhão na concretização de todas as etapas do Projeto Reniva no Maranhão – Rede de Multiplicação e Transferência de Materiais Propagativos de Mandioca com Qualidade Genética e Fitossanitária –, desenvolvido em parceria com a Embrapa. Os recursos são oriundos da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Interação Nacional (SDR/MI).

O projeto busca fomentar a mandiocultura no estado, incentivando a produção em larga escala e o cultivo das manivas-sementes para propagação da cultura em outras regiões. Inicialmente, o Reniva deve beneficiar diretamente cerca de 4.760 famílias nos estados da Bahia, Pernambuco, Maranhão, Piauí e Alagoas. No Maranhão, o Projeto Reniva encontra-se em fase de elaboração de projetos executivos, inclusive regularização ambiental e fundiária. Cerca de 360 famílias rurais deverão ser diretamente beneficiadas no estado já na primeira produção de mudas dos maniveiros.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>