Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Secretaria Municipal de Saúde realiza nova etapa da Operação “Bota Fora” para controle da dengue

13 de janeiro de 2015 : 07:00

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus), iniciou na manhã de segunda-feira (12), no bairro Altos do Calhau, uma nova etapa da Operação Bota Fora, voltada para o controle vetorial da dengue na capital maranhense. Mais de 330 agentes de saúde estão envolvidos na operação que, somente no primeiro dia, visitou cerca de 80 domicílios.

A elaboração de um novo cronograma da Operação Bota Fora é uma determinação do prefeito Edivaldo. De acordo com a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, as medidas preventivas e educativas contra a dengue devem ser estimuladas. “É preciso manter estas ações positivas, que tiveram resultados satisfatórios no ano passado, quanto ao controle da dengue na cidade, e incentivar à comunidade a tomar os cuidados devidos, como a remoção de móveis e objetos sem utilidade”, disse a secretária.

A operação continua esta semana. Nesta terça-feira (13), os agentes vão estar na Vila Conceição. Na quarta-feira (14), o cronograma contempla os moradores da Ilhinha. Na quinta-feira (15), os agentes de saúde visitam a parte baixa do bairro São Francisco e, na sexta-feira (16), o Bota Fora será na parte alta do São Francisco.

O trabalho consiste no recolhimento de utensílios sem serventia, que sejam potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença. Além disso, os agentes visitam locais que apresentem possíveis focos, fazendo o tratamento focal e levando orientações à população.

AGENTES DE SAÚDE

Segundo o coordenador do Programa de Controle da Dengue da Semus, Pedro Tavares, é preciso que a população esteja consciente sobre o papel dos agentes de saúde e facilite o acesso destes profissionais até as residências. “Muitas vezes, nossos agentes têm dificuldade de entrar em determinadas casas, pois os moradores se negam a recebem nossos profissionais. É importante destacar o papel dos agentes no controle desta doença e dizer que, sem a população, nenhum resultado satisfatório poderá ser alcançado”, destacou.

De acordo com balanço divulgado no final do ano passado, a capital maranhense apresentou redução no número de casos de dengue, em comparação ao ano anterior. Segundo levantamento feito pelo Programa de Controle da Dengue da Semus, houve queda de 66% no índice dos registros graves da doença, somente nos primeiros dez meses de 2014.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>