Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Dois anos depois e o mesmo “problema”

10 de janeiro de 2015 : 10:28
Mudaram os atores, mas a história e o enredo é praticamente o mesmo. Dois anos após, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), anunciar que o seu antecessor deixou uma dívida de R$800 mil aos cofres públicos, aparece agora o governo Flávio Dino (PCdoB), informando haver uma dívida de R$1,1 bilhão no estado.

Se reparar, até os valores deixados em caixa, segundo os dois governo é semelhante. Edivaldo disse que foram deixados R$15 milhões por João Castelo (PSDB), já Flávio Dino aponta somente R$24 milhões.

Quando comparados os números, parece que o problema da prefeitura de São Luís foi bem maior e que a questão do governo do estado está relacionado a restos a pagar.

Infelizmente parece ser mais uma desculpa para justificar a ineficiência das primeiras ações do governo ou até mesmo um jogo político, comum ocorrer entre grupos adversários quando assumem o poder.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>