Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Anna Graziela diz que governo se recusa a dialogar sobre a gestão da Fundação da Memória Republicana

19 de janeiro de 2015 : 07:47
A presidente da Fundação da Memória Republicana decidiu fechar as portas da instituição na última sexta-feira (16), por não ter mais condições de mantê-la em funcionamento, diante da exoneração de 48 servidores e corte no repasse de recursos. A decisão pegou de surpresa moradores do Desterro e outros que usufruíam dos trabalhos sociais da FMRB.

Após essa péssima repercussão diante da população, o governo do estado, através das secretarias de Cultura e de Direitos Humanos, se reuniu com os beneficiados dos programas sociais da FMRB e decidiram reabrir a Fundação com uma nova gestão.

Em resposta a isso a presidente Anna Graziela, declarou: “sinceramente, confesso que estou estarrecida! Há uma lei, até hoje em vigor (não tenho conhecimento de que essa lei foi modificada) que me confere a função de presidente do órgão. Não fui comunicada da reabertura e nem nunca fui acionada por qualquer pessoa do Governo, mesmo já tendo empreendido esforços para que essa interlocução ocorresse. Não compreendo a insistência do Governo em tomar medidas sem conversar comigo, vez que durante todo o ano de campanha o grupo que hoje está no Governo realizou um movimento denominado “diálogos pelo Maranhão” e que hoje se recusa a dialogar comigo. Já como advogada e cidadã preocupa-me assistir ações de um governo legitimamente eleito contrariar legislação em vigor”.

E assim segue o embate do atual governo com os que faziam parte da antiga gestão.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>