Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Vie-presidente da República, Michel Temer, acusa Polícia Federal de intimidar comitiva do filho do ministro Lobão

25 de setembro de 2014 : 16:45

O Globo


Homens da Polícia Federal (PF) revistaram na noite de quarta-feira o avião da comitiva do candidato a governador do Maranhão, senador Edison Lobão Filho (PMDB). A informação foi divulgada pelo próprio PMDB, em nota assinada pelo presidente do partido e vice-presidente da República, Michel Temer. Na nota, Temer condena a ação, classificada como intimidatória e não condizente com o Estado Democrático de Direito.

Segundo o partido, a abordagem foi feita no aeroporto de Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão. Integrantes da PF, diz o partido, abordaram de armas em punho a comitiva do candidato. “Sob o pretexto de buscar recursos ilegais de campanha, foram feitas buscas na aeronave, nos automóveis e na bagagem dos membros da comitiva, numa ação intimidatória que, ao final, nada encontrou de irregular. O procedimento foi baseado em denúncia anônima durante o curso da disputa eleitoral intensa”, diz o texto.

O PMDB afirmou ainda que “no estado democrático de direito é inadmissível que forças policiais sejam instrumentalizadas para atingir candidaturas legitimamente constituídas”.

A assessoria de imprensa do deputado Gastão Vieira (PMDB-MA), candidato ao Senado, confirmou que tanto ele quanto Lobão Filho estavam no avião.

Procurada, a PF informou que ainda está apurando o que aconteceu em Imperatriz na noite desta quarta.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>