Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Lobão Filho confirma que pode ser candidato a governador no lugar de Luís Fernando

6 de abril de 2014 : 13:04
O grupo governista pode fazer  uma grande reviravolta na disputa eleitoral deste ano. O senador Lobão Filho (PMDB) confirmou com exclusividade a este jornalista, que recebeu na madrugada deste domingo (6) uma ligação da governadora Roseana Sarney (PMDB), solicitando a presença do mesmo em São Luís com certa urgência para discutir a candidatura governista do grupo. 

Porém por estar recém-operado, Lobão informou que não poderia vir a capital maranhense, por não ter recebido alta e o seu médico ter exigido um pouco mais de descanso.

De acordo com o senador: “existem conversas dentro do grupo, que o Luís Fernando estaria sofrendo uma forte pressão e por isso ele estaria repensando a sua candidatura ao governo, dessa forma meu nome surgiu com força para ser o candidato”, revelou Lobão Filho.

No entanto o filho do ministro Edison Lobão (PMDB), lembrou que sua intenção até o momento é de disputar a vaga de senador e que todas essas conversas estão sendo tratados pela cúpula do PMDB.

Ainda foi apurado, que neste momento estão reunidos o presidente do PMDB, Remi Ribeiro; o senador João Alberto; o ministro Edison Lobão; a governadora Roseana Sarney e o ex-secretário de Infraestrutura, Luís Fernando.

Em contato telefônico com Remi Ribeiro, ele informou que dentro de uma hora, ele daria um posicionamento conclusivo sobre o assunto, mas deu a entender que existem alguns movimentos que podem mudar o candidato ao governo.

Sobre a especulação de uma candidatura do ministro Edison Lobão, não existe a possibilidade, pois o mesmo não se desincompatibilizou do governo federal na última sexta-feira (4).

Lobão Filho permanece em São Paulo, diz não ter previsão de alta e acompanha a distância todas as negociações, ele informou que o seu pai está sendo responsável por conduzir todo esse processo que iniciou na noite de sábado (5).

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>