Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Carlos Brandão: “PSDB está esperando o PMDB se decidir”

26 de março de 2014 : 11:00

Após um bom tempo mantendo silêncio sobre o assunto coligações partidárias, o presidente do PSDB no Maranhão, Carlos Brandão, voltou a se posicionar. Segundo o tucano, alguma definição partidária só será tomada, após o PMDB decidir seu futuro. Esta postura, chega a causar surpresa no meio político, uma vez que já era dado como certo uma aliança com o grupo oposicionista.

“Se o cenário político em nosso estado é o de expectativa quanto aos rumos do PMDB, que somente será oficializado a partir de abril, por que seria interessante ao nosso partido apontar nossas estratégias?”, pondera Brandão.

O presidente da executiva estadual do partido ainda conta que nos últimos meses, no embalo de algumas legendas, que também não revelam publicamente qual caminho trilharão nas eleições deste ano, o partido tucano no Maranhão seguiu dialogando com todos os seus membros, debatendo com as suas lideranças e, sobretudo, atendendo à demanda da direção nacional.

Para o deputado Brandão, as decisões do PSDB, dentro e fora do estado, atentam sempre para três pilares: o palanque nacional, a eleição da bancada e o fortalecimento do partido.

“O fato é que, com a incerteza plantada pelo PMDB quanto às disputas ao Governo, ao Senado e até mesmo na Assembleia Legislativa, a postura adotada pelo PSDB do Maranhão é a da sensatez, o que não implica em indefinição ou que os tucanos estejam a reboque dos demais partidos”, explica.

Recentemente o deputado estadual, Neto Evangelista (PSDB), também se posicionou de forma semelhante, informando que uma aliança com o PMDB não pode ser descartada, uma vez que a decisão final no estado será do presidente da executiva nacional. “O Aécio tem uma boa relação com o Sarney, então vamos aguardar”, informou.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>