Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

PSB e PDT ofereceram filiação a Joaquim Barbosa

17 de fevereiro de 2014 : 21:03

Claudio Humberto

Sob holofotes e surfando na popularidade, após condenar mensaleiros à prisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi sondado para disputar a Presidência da República ou vaga ao Senado pelo PDT do Rio de Janeiro. O PSB também lhe ofereceu filiação. O dono do PDT, Carlos Lupi, envolvido em acusações de corrupção, considera Cristovam Buarque (DF) “plano B” na disputa pelo Planalto.

Em nota, Joaquim Barbosa reiterou que não é candidato a presidente este ano, e confirmou que deixará o STF bem antes da data-limite.

Barbosa disse a amigos, que não ficaria “um só dia no STF” após a posse de Ricardo Lewandowski na presidência.
No almoço em homenagem ao presidente francês, que visitava Brasília, Barbosa segredou o desejo de fazer carreira política no Rio de Janeiro.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>