Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Ministro da Saúde deixa o cargo, após 17 dias a frente da pasta

21 de fevereiro de 2014 : 08:30

O Estado de S. Paulo

Nomeado para assumir o Ministério da Saúde em 3 de fevereiro, Arthur Chioro deixou o comando da pasta nessa quinta-feira, 20. A exoneração foi publicada no Diário Oficial desta sexta, 21, e ocorreu “a pedido”, segundo a publicação.

Chioro foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff para assumir o lugar de Alexandre Padilha, que deixou o ministério para disputar o governo de São Paulo. Chioro é filiado ao PT e era secretário de Saúde em São Bernardo do Campo.

Mozart Sales, secretário de Gestão da Educação e Trabalho na Saúde, vai assumir interinamente o ministério. A assessoria de imprensa da pasta não foi localizada para explicar a saída de Chioro.

A escolha de Arthur Chioro para o cargo provocou questionamentos em razão de o ex-ministro ser proprietário de uma empresa de consultoria especializada em saúde, prestadora de serviços a municípios no Estado São Paulo. O PPS chegou a entrar com representação junto à Comissão de Ética da Presidência da República para cobrar explicações.


Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>