Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Oposição deve lançar quatro candidatos a governador em 2014

23 de outubro de 2013 : 17:12
O desejo de Flávio Dino (PC do B) e de uma parte do grupo oposicionista era lançar apenas um nome para a disputa de governador. A intenção era polarizar a disputa contra o candidato governista e fazer uma espécie de plebiscito, que poderia facilitar a vitória do comunista ainda no primeiro turno. A questão é que é um pouco difícil tentar manter todos “felizes” com os espaços que são oferecidos. É necessário frisar também, que nem todos tem o amadurecimento político suficiente para aceitar algumas trocas que ocorrem ao longo do percurso. Portanto a oposição, que por um momento pensou em concentrar todas as suas forças no presidente da Embratur, pode ter mais três nomes na disputa.
Eliziane Gama é a que desponta com maior força, indecisa sobre a sua situação, se será ou não candidata a governadora, a deputada estadual vem se movimentando, buscando o apoio do PSDB e PSB, além de outros partidos. Tudo isso para garantir a viabilidade de sua candidatura. O grupo oposicionista temendo o seu crescimento, já tenta colar a imagem presidente do PPS ao grupo Sarney, para que o eleitorado que tende a votar em Flávio não corra para o campo da parlamentar.
Hilton Gonçalo recebeu o aval do PDT para manter sua pré-candidatura. A liberação foi dada, logo após o partido perceber que poderia se tornar apenas mais um na composição com Flávio, uma vez que o PSDB e Solidariedade estão cada vez mais fortes e já reivindicam espaços na chapa majoritária. Preocupado mais ainda com a própria reeleição, Weverton Rocha foi convencido pelo ex-prefeito de Santa Rita, que o PDT não pode aceitar a situação de entrar em um chapão oposicionista, caso contrário não vai eleger nenhum parlamentar ou no máximo um. Semelhante a Eliziane, Hilton já procura apoios e aqui podem entrar o PP de Waldir Maranhão e o PR.
Zé Luís Lago, o menos conhecido de todos. Membro do secretariado de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), já teria inclusive avisado o prefeito da sua intenção em 2014. Porém esta candidatura, talvez fosse até favorável para o nome de Flávio Dino, uma vez que parece uma intenção do grupo oposicionista lançar uma candidatura “laranja”, assim como foi feito com Ednaldo Neves em 2012. O irmão de Jackson Lago tem o aval da cúpula nacional do seu partido, o PPL, inclusive incentivam a candidatura própria.
Ainda existe quase um ano para o primeiro turno das eleições do próximo ano e muita coisa ainda pode mudar, e ninguém pode assegurar que tem como certeza o apoio de A ou B, isso pode ser visualizado no cenário que foi apresentado. Flávio Dino que sonha colocar no mesmo palanque PC do B, PSB, PDT, PTC, SDD, PROS, PP, PR, PSDB, PPS e até mesmo o PT, pode correr o risco de ir para a eleição com uma coligação bem mais enxuta.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>