Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Natalino Salgado entrega consultórios móveis que vão oferecer atendimentos oftalmológicos e odontológicos a estudantes da rede municipal

24 de outubro de 2013 : 19:40
Atendimento a 35 mil estudantes da rede básica de ensino municipal e um investimento de R$2,3 milhões. Estes são alguns números relacionados ao programa “Saúde na Escola” desenvolvida pelo Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, que irá oferecer atendimento gratuito oftalmológico e odontológico a alunos de 49 escolas de São Luís. A inauguração dos consultórios itinerantes foi realizada ontem pelo reitor da UFMA Natalino Salgado e pela superintendente do HUUFMA, Joyce Santos Lages em companhia dos secretários Allan Kardec (Educação) e César Feliz (Saúde), que são parceiros da iniciativa.


Na primeira etapa do projeto, estima-se uma média de 240 atendimentos de crianças e adolescentes, na faixa etária entre 06 e 15 anos. Os consultórios funcionarão em carretas (unidades móveis) e fazem parte do programa “Saúde na Escola”, criado pelo Governo Federal.

O programa visa identificar precocemente problemas da visão e garantir a saúde bucal de crianças e adolescentes, combatendo assim, dois grandes problemas causadores da repetência escolar. Desenvolvido pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação, o programa é considerado pioneiro no Maranhão.

No Maranhão, o Huufma recebeu três baús equipados para desenvolver procedimentos de baixa complexidade em oftalmologia e odontologia. Os consultórios possibilitarão, além do atendimento, a orientação e conscientização da população sobre a necessidade periódica de exames clínicos e laboratoriais que permitam o diagnóstico precoce de deficiências e doenças oftalmológicas, tais como: problemas de refração, presbiopia, catarata, glaucoma, etc. Na área odontológica, poderá ser desenvolvidos a prevenção e o tratamento de problemas bucais, como: gengivites, cáries, tumores, etc.

Na concepção do reitor Natalino Salgado, o acompanhamento adequado destes alunos é um momento que engrandece o trabalho de todas as instituições envolvidas. “É uma maneira de promover inclusão social fomentando as políticas de saúde e educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens da educação pública brasileira”, afirmou.

Natalino ainda enfatizou: “O programa se estenderá e é bom informar que não é só a consulta. Caso seja necessário, vão ser disponibilizados óculos gratuitamente, assim como também o tratamento dentário”.


As unidades móveis são equipadas com consultórios, recepção, sala de espera, raios X, periféricos, infraestrutura para esterilização do instrumental e laboratório de produção de óculos. Com essa estrutura poderão ser realizadas na área oftalmológica: consultas, tonometria, medida de refração ocular, fornecimento de óculos, diagnóstico precoce de patologias relacionadas à retina ou ao estado dos vasos (exame de fundo de olho), retirada de corpo estranho, entre outros. E na área odontológica: consultas, exames, restaurações com materiais plásticos, endodontias, exodontias, diagnóstico precoce de patologias em tecido duro ou mole, entre outros. 

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>