Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Helena Duailibe alerta que mortes por armas de fogo aumentaram 215% nos últimos anos em São Luís

22 de outubro de 2013 : 07:54
A vereadora Helena Duailibe (PMDB) subiu a tribuna desta segunda-feira (21), para anunciar os dados alarmantes da violência na capital maranhense. Segundo a parlamentar, São Luís que era considerada uma das capitais mais seguras do país, hoje ocupa os primeiros lugares entre as mais violentas, a peemedebista informou que os assassinatos por armas de fogo aumentaram 215% nos últimos 12 anos.

Helena Duailibe cobrou dos secretários estaduais respostas para a sociedade
“Vivemos uma sensação de terror em nossa cidade, temos medo de sair de casa, por temer que sejamos roubados ou aconteça algo pior”, declarou a vereadora. Helena aproveitou seu pronunciamento para solicitar uma convocação dos secretários estaduais Aluísio Mendes (Segurança) e Sebastião Uchôa (Justiça e Administração Penitenciária).

A parlamentar ainda contou que na noite do último domingo (20), mais quatro pessoas foram assassinadas em São Luís, entre eles um policial militar. “Já são mais de 50 assassinatos no mês de outubro, não podemos aceitar esse número como algo normal”, se posicionou.

Helena diz que é necessário ocorrer uma sensibilização dos poderes públicos para essa situação, que está “gravíssima”. “Vamos convocar os secretários, convidar o Ministério Público e outros representantes de entidades para discutir a segurança, precisamos encontrar a solução para esse problema”, argumentou.

Dados divulgados na tribuna da Câmara Municipal ainda dão conta que hoje o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, tem um déficit de 60%, ou seja, o número de pessoas que estão presas é bem superior ao que suporta o presídio. Helena ainda fez o alerta, que não existe um caráter de ressocialização o sistema carcerário do Maranhão, pois apenas 5% dos que cumprem penas, realizam alguma atividade profissional ou educacional, segundo informações do Conselho Nacional de Justiça.

Com base nesses dados, Helena Duailibe propôs a discussão de criação de um Fórum permanente que proponha o debate sobre a segurança pública. Após o seu discurso, ficou marcado para o dia 4 de novembro a convocação dos secretários estaduais.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>