Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Grupo de vereadores quer travar pauta da Câmara Municipal por conta do não pagamento de emendas parlamentares

21 de outubro de 2013 : 08:22
Um grupo de vereadores de São Luís esteve reunido na última sexta-feira (18). Na pauta a formação de um bloco que venha obstruir a pauta de votação dos projetos enviados ao parlamento por parte do executivo municipal. O motivo: o não pagamento de emendas parlamentares da maior parte dos legisladores.
Inicialmente, durante uma reunião ocorrida na quarta-feira (16), na sala do presidente Isaías Pereirinha na sede do parlamento municipal, foi informado que apenas 13 vereadores tinham recebido as emendas. Porém o secretário de Articulação Política, Osmar Filho (PSB), contesta a informação e diz que foram 17. No entanto, o líder do governo informa que o número de fato são de 19 parlamentares que estão com suas emendas pagas.
Independente do número de vereadores que receberam o pagamento de emendas, a discussão encabeçada por Pavão Filho (PDT), que apesar de já ter recebido a primeira parcela, ao valor de R$100 mil, reclama que existe um grande débito da Prefeitura de São Luís com a Câmara Municipal.
Na reunião realizada na sexta-feira (18), participaram inclusive os vereadores do PC do B, Professor Lisboa (vice-líder do governo) e Rose Sales, que também estão reclamando da postura do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) de não pagar as emendas, porém eles ainda não são favoráveis a obstrução da pauta.
Vereadores voltaram a se reunir, dessa vez para discutir o pagamento de emendas parlamentares
Entre os que receberam o pagamento das emendas parlamentares, existem casos curiosos como o líder da oposição, Fábio Câmara (PMDB), que também já recebeu a primeira parcela. Porém mais estranho ainda é o caso do vice-presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum (PMN), que já recebeu em sua totalidade o pagamento de emendas, R$500 mil (reveja aqui).
Já entre os que não receberam nenhuma parcela está o vereador Beto Castro (PRTB), que vem esbravejando muito, principalmente nas duas reuniões realizadas até o momento. O grupo ainda conta com apoio de Luciana Mendes (PTdoB) e Marlon Garcia (PTdoB), ambos declarados oposição a prefeitura.
Apesar de ainda não ter ocorrido nenhuma deliberação, o resultado proposto nos encontros entre os vereadores é que todos se unam e que convoquem uma reunião com o prefeito, exigindo o pagamento em sua totalidade das emendas parlamentares, caso contrário, a maioria pretende obstruir a pauta na Câmara Municipal.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>