Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Flávio Dino não precisa de Weverton Rocha, Waldir Maranhão, Raimundo Cutrim, Zé Vieira e outros

5 de outubro de 2013 : 08:21
É empolgante o discurso do pré-candidato Flávio Dino (PC do B), quanto a proposta de mudança para o Maranhão, o qual possui os piores índices sociais do país. Mas é inversamente contrário a prova de que isso possa ocorrer, quando o comunista põe em seu palanque figuras carimbadas por escândalos de corrupção como Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (PP), Raimundo Cutrim (PC do B) e Zé Vieira (PROS), vale lembrar que a maioria já esteve “aprontando todas” no lado que ele combate.

Weverton Rocha é o garoto da UMES (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Luís), hoje praticamente falida. Secretário de Esportes no governo Jackson Lago, o deputado federal mandou derrubar o ginásio Costa Rodrigues e até hoje o espaço esportivo não foi reinaugurado. Recentemente ele foi acusado de contratar aulas de massagem em candomblé com dinheiro do Ministério do Trabalho.

Vive envolvido em escândalos com o presidente do PDT, Carlos Lupi e é um nome que mais traz repercussão negativa a candidatura oposicionista do que positiva. Tanto que muitos evitam fotos com Weverton Rocha, para não terem sua imagem colada ao deputado federal.


Waldir Maranhão que já foi reitor da UEMA, secretário de Educação e de Ciência e Tecnologia de governos da Roseana Sarney (PMDB) é investigado pela Polícia Federal por desvios de recursos dos fundos de pensão municipais. Fora o fato de ser alvo de um processo no TRE-MA, que cobra explicações sobre sua declaração de gastos durante a campanha eleitoral de 2010.

Raimundo Cutrim é ex-secretário de Segurança e candidato a prefeito de São Luís de Roseana Sarney, outro que não tem bons antecedentes criminais, vira e mexe, seu irmão, o Louro Bill está envolvido em polêmicas que envolvem tráfico de drogas.


Zé Vieira ex-prefeito de Bacabal com apoio de Roseana Sarney e do senador João Alberto (PMDB) é considerado ficha suja e pode nem concorrer as eleições de 2014, tudo por conta de uma decisão do juiz Neian Milhomem Cruz. Titular da Subseção Judiciária de Bacabal, o Juiz determinou a suspensão dos direitos políticos de Zé Vieira por seis anos. O pedido da condenação foi feito pelo Ministério Público Federal com base em uma fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU). A condenação foi por improbidade administrativa. Além da perda dos direitos políticos, o Deputado foi condenado a ressarcir a União em R$ 2,8 milhões. 

Flávio Dino não precisaria se juntar com essa turma, deixava essa turma ficar no lado que estavam ou então até mesmo formar um próprio grupo, pois vai valer aquele velho, “me diga com quem tu andas, que direi quem tu és”. Apoios lamentáveis para quem deseja mudança. 

Ainda estamos em outubro, um ano antes da eleição, ainda há tempo para se livrar dessas presenças inconvenientes ou quem sabe atrair novos ilustres nomes questionados.

Um comentário em “Flávio Dino não precisa de Weverton Rocha, Waldir Maranhão, Raimundo Cutrim, Zé Vieira e outros”

  1. Anonymous

    7 anos atrás  

    EXCELENTE ANÁLISE, É PRECISO LEMBRAR DESTES FATOS, OS QUAIS S RECENTES MAS INFELIZMENTE O POVO ESQUECE. FLÁVIO DINO AFASTE-SE DESTES MAUS EXEMPLOS, ACREDITO EM VC NAS SUAS PROPOSTAS MAS SABEMOS QUE “DIZE-MES COM QUEM ANDAS QU DITE-EI QUEM TU ÉS ” ADÁGIO POPULAR: JUNTA-SE AOS BONS E SERÁS MELHOR DO QUE ELES OU jUNTA-TE AOS MAUS E SERÁS PIOR DO QUE ELES. AINDA HÁ TEMPO. SAIA DESTA ALIANÇA DE MAUS EXEMPLOS

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>