Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Com a perda de mando de campo, Sampaio deve levar jogo contra Vila Nova para Belém ou Fortaleza

28 de outubro de 2013 : 18:08
Caso o Sampaio não consiga reverter no STJD, a perda de mando de campo para o jogo de volta contra o Vila Nova, válido pela semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C, o time maranhense terá que levar a partida para as cidades de Fortaleza ou Belém. Isso acontece pelo fato que nenhum estádio maranhense atende ao pré-requisito da CBF, que nessa fase os estádios devem ter capacidade minima para 10 mil torcedores. 
Torcida boliviana não vai poder acompanhar partido do Sampaio no Castelão
O local preferido pela diretoria da Bolívia era a cidade de Teresina, porém foram informados que o estádio Albertão está interditado pelo Ministério Público do Piauí, pois foi constatado que a estrutura corre risco de desabar, uma vez que a praça esportiva não passa por reparos há muito tempo.
Sendo obrigado a jogar em um estádio a 100km de distância de São Luís, as cidades de Bacabal, Codó e Imperatriz foram as primeiras opções, porém nenhuma destas oferecem estádios com capacidade acima de 10 mil, o maior é o Frei Eipfánio D´Abadia que suporta até 8 mil torcedores.
Diante dessa situação, a diretoria do Sampaio aposta todas as suas fichas em um efeito suspensivo no STJD e para isso o time terá tempo de conseguir a vitória no juizado esportivo, uma vez que a CBF definiu que o jogo de volta das semifinais vai ocorrer no dia 10 de novembro e o primeiro ocorre no próximo domingo (3) em Goiânia. Caso não obtenham sucesso na empreitada, a solução apontada são as cidades de Belém ou Fortaleza, pior para torcedor maranhense, que terá que acompanhar a distância ou percorrer mais quilômetros para assistir o Sampaio Corrêa.
Sérgio Frota, presidente do Sampaio, até consultou o STJD para saber se poderia jogar com o estádio Castelão ou Nhozinho Santos vazio, uma vez que o prejuízo poderia ser menor, porém já foi dada uma negativa a esse questionamento.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>