Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Governo Roseana faz atletas chorarem

11 de setembro de 2009 : 15:48

Com a negativa do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) para participação dos atletas maranhense na V Olimpíada Escolares Brasileira, que irá realiza-se em Poços de Caldas (MG), nossos atletas que foram vitoriosos nos JEM´s, choraram mais uma vez, mas desta vez as lágrimas tiveram um gosto amargo, pois os mesmos ficaram impossibilitados de disputar as tão sonhadas medalhas olímpicas a nível nacional.
Tudo começou com um ofício emitido pelo Governo do Estado de Minas Gerais que recomendava o adiamento ou cancelamento dos jogos na cidade mineira, por conta dos elevados índices da nova Gripe, Influenza A, popularmente conhecida como Gripe Suína. Recebido o ofício, o governo do Maranhão, através da Secretaria de Esporte e Juventude (SespJuv) lavou as mãos e comunicou aos jovens que o estado não participaria dos Jogos. Apesar do comunicado do governo mineiro, o COB continuou a Organização dos Jogos, afirmando ser inviável o adiamento ou cancelamento dos jogos, pois os maiores prejudicados seriam os próprios atletas.
Desta forma realizou-se normalmente o Congresso Técnico das Olimpíadas Escolares e aí se encontra a prova da omissão do governo maranhense, o qual não mandou nenhum representante para a reunião organizada pela Organização dos Jogos, caracterizando assim para os organizadores do evento, falta de desejo de participação do estado nos jogos. Não sabendo disso pais e atletas se mobilizaram por conta própria já que o estado havia dado negativa à ajuda para o custeio da viagem e hospedagem de seus atletas. Passagens compradas, reservas feitas, tudo estava pronto para participação de alguns atletas, até que nessa quarta-feira, 10 de setembro, o COB emite um comunicado avisando que os Atletas maranhenses estão impossibilitados de participar dos jogos.
O motivo da exclusão do Maranhão da Olimpíada segundo a SespJuv é que a Equipe Maranhense só iria chegar após o inicio dos jogos, mas segundo atletas e pais o real motivo foi a total inatividade da Secretaria na participação no Congresso Técnico e inscrição dos atletas o que para COB caracterizou falta de interesse e abandono de vaga nas competições. Todos (pais e atletas) muito abalados com a triste notícia, comunicaram que entraram com mandado de segurança para garantir a participação dos filhos/atletas nos Jogos, pois gastos, planos e principalmente sonhos foram traçados e tudo isso virou por água baixo literalmente e tudo isso é porquê o Maranhão está de volta ao trabalho.

Deixar um comentário

HTML tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>