Diego Emir | Poder, Política e Sociedade

Estudar de “graça” ainda é mais vantajoso

Saiu nesta semana mais um resultado ENADE (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), prova essa realizada pelo MEC todos os anos para medir o grau de qualidade dos cursos de nível superior no Brasil. Universidades, Centros Universitários e Faculdades independentemente de pública ou privada passam pelo processo e mais uma vez o resultado explicitou que as Instituições Públicas continuam sendo as melhores do país, mas as Privadas começam a crescer e ganhar destaque.
Torna-se perceptível o fato das Privadas estarem crescendo quando se observa o Ranking Geral das Faculdades antes dominado apenas por Universidades Estaduais e Federais, agora já encontramos algumas privadas.
No Maranhão não é diferente, um estado que tem o maior índice de analfabetismo, apresenta um dos maiores números de Instituições de Ensino Superior na sua capital, São Luis.
Nesse último resultado do ENADE podemos comparar alguns cursos oferecidos em particulares e públicos como o caso de Pedagogia. Inúmeras IES oferecem o curso no estado, porém a que teve melhor avaliação foi a UFMA (Universidade Federal do Maranhão), seguidamente foram: Faculdade do Maranhão, UNDB e Faculdade Santa Fé, deixando evidente o fenômeno citado inicialmente, as Públicas ainda são as melhores, mas a Privadas vem em uma crescente.
Dessa forma, fica evidente que possivelmente daqui uns anos não haverá mais a rivalidade entre estudantes de públicas e privadas, pois só haverá somente uma diferença entre os mesmos, pagar duas vezes pra estudar.
%d blogueiros gostam disto: